Artist: Os Velhos

Controlo e Contrição

Compro um açaime
Para a minha primavera
Segundo a sua espécie
Deve agir a fera

Não quero ser libertino
Quero ser libertado
Muitas formas de dar sangue
E uma de o ter partilhado

Controlo e contrição
Para pudermos dormir
Controlo e contrição
Para pudermos dormir no chão
Controlo e contrição
Para pudermos dormir
Controlo e contrição
Para pudermos dormir no chão

Morrerei depressa e mal
Se perder a minha vida
Nem os anjos aguentam
Uma postura esquecida

Contruí uma fogueira
Pela minha própria mão
Que o enterro seja o dia
Da nossa combustão

Controlo e contrição
Para pudermos dormir
Controlo e contrição
Para pudermos dormir no chão
Controlo e contrição
Para pudermos dormir
Controlo e contrição
Para pudermos dormir no chão